segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Eterna arte


Um sorriso lindo e sincero
Que quando menos se espera
Tocou fundo e já conquistou
Em poucas palavras confessou
Que não mais acredita no amor
Que a vida é um circo
E viver é uma farsa
Tenta, mas não disfarça
Que aí dentro desabrocha
A mais bela flor
Em um coração que transcende
E só quem conhece compreende
Que esse olhar marcante
Mostra uma mulher confiante
Que muito tem a experimentar
Dos doces frutos do amor
Na eterna arte de amar

Alex Dahlke

Imagem: Google imagens


segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Nosso amar


Saudade do seu cheiro
Do seu gosto
De acariciar sua pele nua
De tocar em seu rosto
Do jeito que você gosta
De deliciar-me com seu corpo

Aquela vontade de sentir
Seu prazer quando me tem
De fazer você sorrir
De abraçá-la bem forte
Sem deixar você partir

Aquela chama a incendiar
Seu calor e meu pulsar
Desejo de não parar
Seu amor, meu amor
Nosso amar

Alex Dahlke